SOB O SOL ESCALDANTE DO DESERTO

SOB O SOL ESCALDANTE DO DESERTO

Mensagem de Navarana, canalizada por Elisangelis em 10.2.11, em conferência com o

Grupo Somos Luz em Ação.

Os Deuses que habitam minha essência saúdam os Deuses que habitam vossos

Corações!

Namastê

 

O que esperamos quando estamos sobre o solo escaldante e sob o sol?

Buscamos abrigo e meios de proteger os pés primeiro, e depois o corpo, você não. faria isso?

Além de se prover com água que o ajudasse a controlar a sede que resultaria da perda excessiva de líquidos…

Eu usava um turbante, longas batas e chinelos de couro de camelo para que não queimasse o fundo do pé, braços cobertos, pernas cobertas, porém os olhos e os sentidos, e, principalmente, a mente aberta a tudo que pudesse ter alguma influência sobre o meu destino.

Hoje não uso mais um turbante e posso andar descalço e até sem tecidos, pois o sol não age sobre o corpo que uso nesse momento.

A vestimenta serve-nos de proteção e tudo que está sobre nosso exterior assim deve ser visto. Não vos apeguem aos invólucros, não vos apeguem às aparências… tudo passa…

A vida representa uma experiência que para ser cumprida, para que de fato cause um efeito sobre vossas almas e necessita, independente do bom ou mau uso que vocês façam dela, desses apetrechos físicos.

Apetrechos, e é isso, só são apetrechos, que vos possibilitam a caminharem uma jornada de amor, na qual vocês vão crescendo na imensidão do Universo, pois como estrelas de luz, vieram com esse propósito, intensificarem vossos brilhos.

Reluzir na escuridão é o mesmo que desabrochar no pântano, tal como faz a Flor de Lótus.

A Flor de Lótus cresce e oferece toda sua beleza enquanto ser divino da Criação, no local mais inóspito e de cheiro nauseante, o Pântano.

Pensemos todos juntos, ser uma estrela de luz, uma flor de Lótus, não é o mesmo que manifestar a essência Critica que habita vossos corações no meio onde vivem?

Por acaso o Criador deixou de contemplar os seres que vivem no Pântano a receberem a presença da Flor?

O símbolo contido nesse ser vegetal, transitório e perene enquanto fruto da magnânima vontade Divina, representa a eterna beleza da Criação presente em todos os lugares da Criação.

Àqueles que acreditam que não possamos ver a Obra do Pai quer seja no deserto, no pântano ou mesmo no caos, pergunto-lhes: e não há um propósito para tudo que está abaixo dos Céus?

No meu tempo dizíamos que havia um provérbio que dizia algo mais ou menos assim:

Deitais aos céus tudo que tiveres, pois ainda que tenha todo o dinheiro do mundo, nada nem ninguém poderá dizer que o que está abaixo dos céus não é de Deus!

E também havia outro que dizia:

Enquanto acumulas riquezas da terra, não esqueçais que as riquezas do espírito não são contabilizadas pelo Homem, pois por invisível e não termos conhecimento pleno sobre ele, é de se esperar que sejamos cautelosos e cuidemos das virtudes do espírito, se com elas vierem a riqueza, maravilhoso será, caso contrário, afasta-te do baú, pois dele poderão sair seres que os devoraria em segundos, tais como os famintos carnívoros, pois foram alimentados com ouro e prata, mas se saciam com a carne.

Costumávamos sentar abaixo de uma árvore e conversávamos a respeito dos dilemas da vida, hoje vocês sequer saúdam o próximo, e logo vão se inteirar dos assuntos que de fato lhes interessam, e os mantêm ligados às pessoas.

O retorno do homem para o Espírito requer muito mais do que o conhecimento intelectual, muito mais do que um esforço em compreender a alma humana é uma prática que se deve cultivar diariamente.

A prática inclui exercícios de silenciar a mente, para que vosso Eu Divino possa manifestar-se e, a partir de então, vocês possam manter contato direto consigo, não necessitando, como nos dias atuais, dos ORACULISTAS, que muito os auxiliam, pois possui o dom de falar-lhes à Essência, o que poderia ser realizado por vocês mesmo.

A busca por si é infinita, encontrar-se e compreender a si é o tesouro que todos devem buscar, pois se trata de conquista eterna que nenhuma traça, fogo ou mesmo intempérie pode destruir.

Carregarão consigo através do espaço tempo que caracteriza toda a Criação, os tesouros que estão consigo e que teimam por se manifestar.

O autoconhecimento completo é um desafio a qualquer criatura Divina, no entanto, conhecer partes do seu ser, partes que são importantes para o desempenho de vossas tarefas terrenas, torna-se uma obrigação diante da responsabilidade que possuem de cumprir vossos papéis, que de algum modo escolheram realizar na Terra.

Eu os convido a jornada da busca pelo autoconhecimento, a busca do conhecimento de quem sóis para que possam ser plenamente felizes e completos.

Avatar?

Rótulos que os homens impuseram para uma tentativa de classificação das almas que alcançam a iluminação. E o que é iluminação, senão a consciência de si e do seu papel diante do Projeto Cristão?

Do Projeto Cósmico de Unificação das Consciências Estelares em desenvolvimento específico na Terra?

Isto é a visão cósmica, isso os coloca na dianteira entre todos que buscam alguma espécie de crescimento individual.

Lembrando que não se cresce no grupo se não se busca também compartilhar com os demais, o que já aprenderam, e isso, por que a Lei assim rege o desenvolvimento dos seres em planeta escola.

Pois – Aprende-se ensinando.

E é por essa razão que estamos todos aqui, com vocês, aprendendo ao ensinar, crescendo ao dividir, amando ao servir.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s